dicas

Adoçar ou não adoçar?


Fico muito triste quando um cliente se sente constrangido ou se desculpa pelo fato de querer adoçar o SEU próprio café. Esse constrangimento descabido é fruto de um fenômeno que chamo de “Ditadura do café sem açúcar”. Ele surgiu da vontade e necessidade das pessoas que trabalham com café de qualidade em mostrar para o consumidor que o açúcar é usado geralmente para mascarar defeitos e problemas na bebida. Louvável! Realmente, os cafés de qualidade têm amargor mínimo ou ausente e devem “descer redondos”.

Algumas informações sobre açúcar e café:
1. A sacarose, frequentemente utilizada no Brasil, é uma das cadeias de açúcares que compõem o café.
2. A maioria dos italianos, criadores do Espresso, adoçam sua bebida.
3. O açúcar é geralmente utilizado para equilibrar alimentos com nível alto de amargor, como cafés de baixa qualidade, por exemplo.

O problema é que, na sede de educar o consumidor, os profissionais da área de café de qualidade incorrem em dois erros. O primeiro é desconsiderar que a necessidade de doçura de cada pessoa é diferente e que pode ser bem maior do que a da média do pessoal da área de café Especial. Muitas pessoas têm baixa tolerância a níveis mínimos de amargor ou acidez e, para ter prazer com determinadas bebidas ou comidas, usam açúcar. Pressupor que todas as pessoas gostam dos mesmos níveis de doçura é um grande equívoco, que pode levar o consumidor a não gostar de um café maravilhoso.

Outro fator importantíssimo, frequentemente esquecido pelos baristas e torrefadores, é a força do hábito de consumo. De maneira geral, as pessoas no Brasil estão acostumadas a cafés amargos e adstringentes (sensação de secura na boca). Provar um café de alta qualidade é, inevitavelmente, uma experiência que causa estranhamento, bom ou ruim. Temos que minimizar a margem de risco ou erro dessa experiência e isolar a variável café, ou seja, pedir que a pessoa adicione o açúcar para que consiga comparar a real diferença entre o café com que está acostumada em seu dia-a-dia e o café de qualidade.

O que costumamos fazer aqui no Coffee Lab é sugerir que a pessoa dê um golinho no café antes de adoçar para que não corra o risco de ter uma bebida doce demais, já que café Especial tem doçura natural.

Queremos que as pessoas tenham prazer com café e que bebam café de qualidade. Deixar de adoçar suas xícaras deve ser um processo natural, sem traumas ou constrangimentos.
Então, bons cafés, com ou sem açúcar!

Newsletter para amantes de café

Nós amamos, fazemos e conversamos café. Em nossa newsletter compartilhamos algumas de nossas experiências e aprendizados. Enviamos apenas uma vez por mês, respeitando sua atenção. Quer receber?

Assine a newsletter do Coffee Lab →

9 comentários

  • Apesar da minha preferência ser para cafés sem açúcar, gostei da forma como escreveu!

    Sem ditadura!!

    Abc,

    Luciana

  • Excelente post. Aliás, estou contente por ver neste site especializado a busca pelo bom senso e equilíbrio nas explicações sobre as verdades e “verdades” neste ramo.

  • Comigo é assim: cafés especiais = sem açúcar. Café da empresa = MUITO (+MUITO) açúcar.

    Será que é difícil entender a diferença?

  • Fiz uma “desintoxicação” do açúcar no café aos poucos. Hoje, consigo tomar sem, mas o fato de ter respeitado e adaptado meu paladar ajudou a fazer cada experiência algo bom. Pra mim, valeu bastante. Eu recomendo a tentativa.

  • Olá, boa tarde!

    Qualquer dia vou aí tomar o “seu café”, sou um apreciador de café e ando pelas ruas das cidades a procura de um espresso que me agrade. A primeira vez que tomei um café espresso sem açúcar foi com raspas de limão, e adorei. Mas confesso que nem todas as outras experiências (sem as raspas ou com as raspas) me agradaram.

    Abraços

  • Eu sou uma bebedora convicta de café adoçado.
    Vivo sob os olhares cheios de julgamento dos amigos.

    Não sei se é a força do hábito ou resistência baixa ao amargor ou acidez.

    Enfim, amei o post! Chega da ditatura do amargor!
    Meu café do coração é o Icatu filtrado e COM açúcar.

  • Olá Isabela, boa tarde!

    Me sinto, vamos dizer, “amparado” por este post!!
    Sempre fico constrangido quando adoço MEU café e, os auto-declarados “especialistas” em café, logo começam com suas teorias que isso acaba com o sabor original do café, e blá, blá, blá…

    Parabéns pelo Site.

    José Augusto (Goiânia, Goiás)

  • realmente eu que sou sommelier e hoje um apaixonado por cafe…vejo que ja necessidade de apreciar ….feito uma tc de vh….abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *